O extraodinário mundo de Jiro Taniguchi

Jiro Tanigushi é um dos meus autores favoritos por diversas razões, mas nenhuma delas me agrada mais do que a forma como ele encontra beleza na vida cotidiana. Desde O Homem que Passeia, primeira obra do autor lançada pela Devir e também a primeira que li dele, eu sou fascinado pela forma como ele aborda o ordinário como porta de entrada para o extraordinário.

Continue lendo “O extraodinário mundo de Jiro Taniguchi”